terça-feira, 16 de setembro de 2014

Pena máxima prevista no país deve ser cumprida por 480 detentos na PB

Pena máxima prevista no país deve ser cumprida por 480 detentos na PB
 Assaltos, homicídios, tráfico, sequestro. Crimes cotidianos, mas que somados podem levar os réus a julgamentos que resultam em penas de mais de cem anos. Mesmo com os benefícios previstos na legislação, o juiz da Vara das Execuções Penais de João Pessoa, Carlos Neves da Franca Neto, estima que aproximadamente 480 pessoas, o que representa 5% dos 9.704 apenados do Sistema Penitenciário da Paraíba terão que cumprir o teto de 30 anos de reclusão, limite máximo previsto em lei.

Carlos Neves da Franca Neto explica que, de forma geral, os crimes mais comuns são os relacionados ao tráfico de drogas e os de maior potencial ofensivo, como assaltos em grande quantidade. “Muitos desses casos envolvem assaltantes contumazes com até seis assaltos na ficha que somados e com as progressões ainda chegam ao limite do cumprimento de pena que é de 30 anos”, frisou.


O juiz explica que os casos analisados com penalidade máxima de 30 anos em regime fechado revelam muito do instinto dos apenados. “Tráfico e assalto me parecem que são as maiores incidências, a não ser em casos de verdadeiras chacinas. Isso vem quando a pessoa tem a índole predisposta a cometer delitos dos mais variados”, frisou.

Um dos casos que chamaram a atenção da Paraíba foi o da Chacina do Rangel, que resultou na condenação do casal Edileuza Oliveira e Carlos José dos Santos pelas mortes do casal Moisés Soares Filho e Divanise Lima dos Santos, três filhos e da tentativa de homicídio contra outro. Edileuza recebeu como pena a reclusão por 120 anos e Carlos José por 116.

O juiz Carlos Neves explica que por mais chocantes que sejam os crimes, as estruturas públicas não podem se deixar levar pela emoção da população porque a prisão já é a pena. “Por mais grave que tenha sido praticado o crime, ele já está pagando por isso. O nosso limite é a lei. É a resposta da sociedade em todas as áreas e sentidos aos crimes cometidos. O aspecto importante é você cuidar da pessoa porque aquele cidadão que está preso vai voltar um dia para as ruas e precisa estar recuperado para não ser reincidente”, frisou.

O Sistema Penitenciário da Paraíba é composto por 9.074 apenados, segundo dados divulgados pela Secretaria da Administração Penitenciária em julho deste ano. Esta população está distribuída em 79 unidades das Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP). O número de apenados sentenciados do regime fechado representa 44% total, com 4.293 pessoas presas.

Outros 39% dos apenados são provisórios. No semiaberto, a administração penitenciária conta com 1.082 (11%), e outros 545 (6%) estão no regime aberto. O Sistema de Administração Penitenciária da Paraíba é composta por 19 penitenciárias, uma colônia agrícola e 59 cadeias públicas.

PBAgora com G1

PF prende ex-prefeito e ex-primeira dama de Curral Velho

PF prende ex-prefeito e ex-primeira dama de Curral Velho
Em atuação conjunta, o Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) e a Polícia Federal (PF) conseguiram prender o ex-prefeito de Curral Velho (PB) Manoel Felisberto Gomes Barbosa e a mulher dele Mauricéia Batista Barbosa. A prisão ocorreu na terça-feira, 9 de setembro de 2014, em Palmas (TO), em cumprimento ao mandado de prisão preventiva requerido pelo MPF dentro da Ação Penal nº 0000620-53.2009.4.05.8202, em que o ex-prefeito e a mulher são réus.


Os dois respondem pela apropriação de R$ 21.250,00 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), relativos ao Programa de Apoio a Estados e Municípios para a Educação Fundamental de Jovens e Adultos (Recomeço/EJA), e repassados ao município em 2003. O ex-prefeito também responde por falta de prestação de contas. Os crimes, definidos no artigo 1º , incisos I e VII do Decreto-Lei nº 201/1967, são punidos com pena de reclusão, de dois a doze anos (inciso I) e detenção, de três meses a três anos (inciso VII).


Os recursos foram desviados através de cheques emitidos em favor da tesouraria e sacados na boca do caixa pela então tesoureira da prefeitura, Mauricéia Batista Barbosa, por ordem do então prefeito [e marido] Manoel Felisberto Gomes Barbosa. Para esconder o enriquecimento ilícito, o então prefeito deixou de encaminhar a prestação de contas ao FNDE, o que fez somente após a instauração de tomadas de constas especial pelo Tribunal de Contas da União. Mesmo assim, não apresentou qualquer nota fiscal que comprovasse a aquisição dos produtos ou dos pagamentos efetuados.


Investigação - Desde 2009, a ação penal proposta ia e vinha da Justiça Federal para o Ministéiro Público sem conseguir-se citar os réus desaparecidos, chegando a ter produção antecipada das provas. Até que da última vez em que o processo voltou ao MPF, o órgão efetuou pesquisas e verificou que havia um mandado de prisão em aberto contra o ex-prefeito na Justiça Estadual. Também chegou ao processo informação de recadastramento eleitoral dos réus em Palmas. Além disso, o MPF ainda obteve a informação de que havia uma empresa de construção na capital tocantinense aberta em nome de um filho do casal. Com esses dados, o procurador da República João Raphael Lima solicitou à Delegacia da Polícia Federal em Patos a intervenção da PF para tentar localizar os fugitivos, o que foi feito por meio da Superintendência Regional da PF em Palmas.


Prisão - Conforme o delegado da PF em Patos, Antonio Glauter de Azevedo Morais, os dados repassados pelo MPF foram encaminhados para a Superintendência da PF em Palmas e os policiais realizaram levantamento dos dados lá. Durante as diligências, os policiais descobriram que no andar de cima da loja de materiais de construção do filho do casal havia uma espécie de residência, onde o ex-prefeito e a mulher se escondiam. “Eles [o casal] estavam realmente foragidos porque foi difícil até de achar algum registro em nome deles, mas por meio dos dados dos filhos, foi possível identificar o estabelecimento comercial onde o casal estava escondido e efetuar a prisão”.


Por ser uma cidade planejada, Palmas possui áreas residenciais e áreas comerciais distintas, o que, para o procurador da República João Raphael, demonstra claramente uma estratégia dos réus, que podiam fazer tudo em nome da empresa do filho como adquirir bens, pagar água, luz, cartão de crédito etc, sem precisarem usar os próprios nomes.


O delegado Glauter Morais informou que as seções da Justiça Federal em Palmas e na Paraíba foram informadas da prisão dos réus, que encontram-se recolhidos em presídios de Palmas. A PF aguarda a determinação do juiz da 14ª Vara para trazer o casal de volta ao Estado. Eles possivelmente ficarão detidos no Presídio Regional de Patos.




PBAgora com Assessoria MPF

Candidatos ao governo da Paraíba trocam farpas em debate da TV Itararé

Candidatos ao governo da Paraíba trocam farpas em debate da TV Itararé
 Cinco dos seis candidatos ao governo da Paraíba, estiveram mais uma vez frente a frente em um debate eleitoral, desta vez, promovido pela TV Itararé. Cássio Cunha Lima (PSDB), Ricardo Coutinho (PSB), Major Fábio (PROS), Antônio Radical (PSTU) e Tárcio de Oliveira (PSOL), aproveitaram o debate para apresentar propostas e confrontar as ideias. O senador Vital do Rêgo (PMDB), não participou do debate porque foi chamado as pressas para Brasília para presidir mais uma sessão da Comissão que investiga a Petrobras.

Mais uma vez, Cássio e Ricardo trocaram farpas desta vez tendo como “inspiração” os gastos da Granja Santana.. Durante o encontro Cássio Cunha Lima, também se posicionou a favor da privatização quando os recursos do estado não são suficientes. O candidato pelo PSDB, afirmou que é preciso fazer parcerias com o privado em alguns setores que precisam de investimentos.

- O Brasil só se desenvolve através de investimentos – disse Cássio.

O tucano afirmou que não é a favor da privatização na saúde e aproveitou para citar o Hospital de Trauma de João Pessoa, que segundo ele estaria recebendo denúncias de corrupção, mal atendimento, entre outras, pelo MP e TCE. Ele garantiu que caso seja eleito, irá “rever a terceirização pelas graves denúncias que acontecem lá

Por sua vez, o governador Ricardo Coutinho, rebateu as críticas do tucano e dos outros candidatos. Respondendo indagação de Antônio Radical sobre a lista de itens consumidos exageradamente na Granja Santana, residência oficial do socialista, RC afirmou que a aquisição dos produtos é algo feito independente da deliberação dele, sendo elaborada desde que Ronaldo Cunha Lima governou a Paraíba.

Segundo Ricardo, quando foi residir na Granja Santana deixou de realizar “festinhas”, o que afirmou ser prática comum em outras gestões. A respeito do racionamento de água que a cidade de Campina Grande vai enfrentar a partir de dezembro de 2014, o candidato ao governo do Estado e atual governador, Ricardo Coutinho, informou que mesmo sem chuva na região dos mananciais, que abastece o Açude Epitácio Pessoa, várias obras de manutenção são feitas, Constantemente, afim de garantir o abastecimento concreto e que o abastecimento será necessário, principalmente, pela falta de chuvas.

Ele disse que o governo do Estado vem trabalhando com a reconstrução da barragem de Camará, que segundo ele rompeu por falta de manutenção, fazendo uma crítica a gestão adversário no pleito, o governador, na época, Cássio Cunha Lima . O candidato a governador pelo PROS, Major Fábio, disse que vai investir no fechamento das fronteiras da Paraíba para garantir a segurança e proibir a entrada de drogas no estado. Ele ressaltou que é necessário investir na educação integral para afastar as crianças e os adolescentes do mundo das drogas e do crime.

- Vamos fechar as fronteiras do estado. Vamos reforçar o policiamento das fronteiras, vamos comprar scanners, vamos fazer uma política de segurança séria. Vamos atrais nossa juventude para a escola melhorando a estrutura da escola, colocando laboratórios e ensino integral – explicou O candidato a governador pelo PSOL, Tárcio Teixeira, rebateu as declarações do também candidato Cássio Cunha Lima (PSDB), que teria dito que pensava de forma semelhante a ele em algumas questões relacionadas ao atual governo.

Segundo Tárcio, Cássio deveria fazer um debate sério em respeito aos eleitores.

- Cássio deveria fazer um debate sério e sem ‘bla blá blá’, pois ele é responsável, juntamente com Ricardo Coutinho, pelo caos da Cagepa e pelo sofrimento dos servidores públicos – criticou. O candidato a governador pelo PSTU, Antônio Radical, disse que o atual governo gasta muito dinheiro para investir na figura do governador e esquece de priorizar os direitos básicos dos cidadãos.

Ele colocou que o dinheiro investido no Centro de Convenções poderia ter sido locado para capacitar os policiais e aprimorar a Segurança no Estado.

- O governo atual gasta muito e gasta mal. Gasta R$170 milhões para fazer propaganda do governador e investe pouco mais de R$3 mil nos nossos policiais. Vamos acabar com a terceirização do Trauma. O dinheiro público deve ser exclusivamente para o interesse público – afirmou.

PBAgora

Promotoria investiga falta de atendimento a idosa que morreu em aeroporto

Promotoria investiga falta de atendimento a idosa que morreu em aeroporto
A Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de Santa Rita instaurou um procedimento preparatório para apurar possíveis irregularidades na garantia do direito constitucional à saúde referente à falta de posto de saúde no Aeroporto Castro Pinto, localizado entre Santa Rita e Bayeux.

Segundo o promotor de Justiça Manoel Serejo, o procedimento foi instaurado devido às notícias veiculadas na imprensa sobre a morte de uma idosa de 81 anos ocorrida na madrugada da última quinta-feira (11), no saguão do aeroporto, após sofrer infarto. Uma equipe do Samu chegou a ser chamada e trabalhou para reanimar a idosa, mesmo assim ela não resistiu e morreu no local.

Uma audiência para tratar da questão foi designada para a próxima quinta-feira (18), às 15h, na sede da Promotoria de Santa Rita. Foram convidados para a audiência o superintendente da Infraero, os secretários de Saúde de Santa Rita e Bayeux e representante do Samu.




PBAgora

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Mulher tenta entrar com droga na vagina, é presa e posa para foto

Cicera Vaneza da Silva, conhecida por Nessa, foi presa na manhã deste domingo em Alhandra.

A jovem que reside na cidade de Bayeux, foi presa quando tentava entrar na cadeia pública de Alhandra para ver o marido, levando drogas na vagina.

O curioso foi a pose para foto da acusada que quase sorriu para o fotográfo da Polícia.

Confira:


 


PBAgora com Ascom

Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez

Aplicativo permite tirar dúvidas da língua portuguesa com rapidez
 A Academia Brasileira de Letras (ABL) lançou um aplicativo gratuito de consulta ao Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp).

Com ele, é possível ter acesso em smartphones e tablets aos quase 400 mil verbetes que já seguem as novas regras previstas no Acordo Ortográfico. É uma solução rápida para tirar dúvidas de como se escreve alguma palavra.

O aplicativo pode ser baixado em dispositivos Android, pelo Google Play, e em dispositivos da Apple, pela App Store. Um dos recursos do aplicativo é o de autocompletar-se. Quando a pessoa começa a digitar uma palavra, automaticamente aparece uma listagem de possíveis resultados na tela, e ela poderá encontrar a exibição do vocábulo antes mesmo de terminar a redação de tal termo. É possível também aumentar a letra, para facilitar a leitura.

"A vantagem é que tendo uma dúvida qualquer a respeito de ortografia, pode-se estar no metrô, na rua, onde estiver, com um celular ou tablet, em poucos segundos tem-se a resposta de como se escreve a palavra", explica o presidente da ABL, Geraldo Holanda Cavalcanti.

Segundo ele, a tendência do mundo é a composição entre o que é impresso e o que é digitalizado. Utilizando-se dessa ferramenta, a Academia poderá "prestar serviço a um número cada vez maior de usuários, especialmente os estudantes”.

A expectativa é grande em torno da nova ferramenta. De acordo com Cavalcanti, aproximadamente 1,6 mil perguntas sobre gramática ou ortografia são feitas mensalmente no espaço online ABL Responde. "Todos aqueles que tiverem questões de ortografia poderão obter agora a resposta rapidamente".

Há poucos dias no ar, o aplicativo tem avaliação 4,7 de uma potuação máxima 5, no Google Play. Os comentários são elogiosos: "Sempre usei no site, mas essa opção é maravilhosa", diz uma usuária. Outra, ressalta:

"Esperava há muito tempo por esse aplicativo". Há também sugestões de melhora, como a possibilidade de se copiar, no próprio dispositvo, as palavras com a ortografia correta.

O sistema de busca do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa está na quinta edição, de 2009, e contém 381 mil verbetes, com as respectivas classificações gramaticais e outras informações conforme descrito no Acordo Ortográfico. Trata-se, em uma definição simples, da ortografia oficial das palavras da língua portuguesa.

Sobre se antecipar a obritatoriedade das novas regras ortográficas, que só poderão ser cobradas a partir de 1.º de janeiro de 2016, Cavalcanti diz que as mudanças já são uma realidade: "Todos já adotaram a nova ortografia, os jornais, os livros escolares, os livros editados. Todos fazem constar que seguem a nova ortografia".


Agência Brasil

PMCG lança edital para concurso coam 250 vagas e salários de até R$ 11 mil; confira

Será divulgado nesta segunda-feira (15) o edital para concurso público para as secretarias de Saúde, Educação, Obras, Serviços Urbanos e Finanças de Campina Grande. Os cargos são para nível fundamental, médio e superior.

Cerca de 30 mil pessoas devem se inscrever no certame, segundo estimativa da prefeitura da cidade. Os salários variam entre R$ 724 e R$ 11 mil.

A Comissão Permanente de Concursos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) será a instituição responsável pela elaboração, aplicação e correção das provas, bem como a divulgação do resultado do concurso.

O certame oferece 250 vagas para diversas funções e as provas devem ser aplicadas no dia 23 de novembro.


PBAgora

Ambulante é alvejado na cidade de Remígio-PB

Ontem pela manhã, na feira livre de Remígio-PB, dois elementos armados, numa moto, alvejaram o ambulante Antonio Lúcio de Oliveira, morador da rua Antenor Navarro, município de Esperança. A vítima, havia chegado de madrugada na feira e se preparava para montar seu banco, quando foi surpreendida pelos
elementos que foram logo atirando em sua direção. Por sorte o revólver falhou e apenas uma  das balas atingiu o alvo.. A vítima agonizando, foi conduzida para o Hospital Municipal de Esperança por socorristas. A polícia de Remígio, ainda fez algumas diligencias, mas não conseguiu localizar os acusados.

FOLHA com informações do Tenente Floristan.

domingo, 14 de setembro de 2014

Polícia de Esperança prende "Lopinha"

Agentes do Núcleo de Homicídios da 12ª DSPC localizada em Esperança/PB deram cumprimento na noite deste último sábado (13 de setembro de 2014) ao um mandado de prisão em desfavor de JEFFERSON ALEXANDRE AVELINO, vulgo LOPINHA, de 18 anos de idade. O mesmo responde a processo na justiça por posse de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico, a polícia também investiga a participação de JEFFERSON "LOPINHA" em outros crimes. O referido mandado foi solicitado pelo
delegado Malon Casimiro de Albuquerque e acatado pela juíza da 2ª Vara da Comarca de Esperança a Dra. Ana Carmem Pereira Jordão Vieira, depois de uma investigação feita pelos agentes do referido núcleo.

NÚCLEO DE HOMICÍDIOS DE ESPERANÇA

Campinense se despede da Série D com vitória contra o Central de Caruaru diante de sua torcida

O Campinense sabia que a tarefa era complicada. Tanto que durante a semana os próprios jogadores já falavam que a partida contra o Central marcaria a despedida da temporada. E foi isso que aconteceu, mesmo com a vitória de 1 a 0 na tarde deste domingo, no Amigão. A vitória do Baraúnas sobre o Jacuipense por 2 a 0, em Mossoró, selou a eliminação do Rubro-Negro.

Para a Patativa resta brigar pela classificação no duelo direto contra o próprio Baraúnas, na última rodada, em Caruaru.Além dos dois, o Coruripe, que folgou na rodada deste domingo, também tem chance de classificação no Grupo 3.

O único gol da partida no Amigão foi marcado  pelo atacante Wanderley, de pênalti, aos 19 minutos do primeiro tempo. No lance que originou a penalidade, o Central ainda perdeu o volante Diego Gois, que levou o cartão vermelho e deixou o time pernambucano com dez jogadores durante praticamente toda o jogo.

Raposa faz pouco para quem precisava golear

Campinense e Central demonstraram pouca inspiração no início do jogo. Principalmente o time paraibano, que precisava golear para diminuir a desvantagem no saldo de gols (4 a -2). Com cinco minutos de bola rolando, o time centralino foi obrigado a fazer a primeira alteração, por contusão. O ala esquerda Jean Batista sentiu lesão na coxa e cedeu o posto a Bebeto.

O gol saiu antes dos 20 minutos, como queria o técnico Francisco Diá. Após lançamento de Wanderley, Zé Paulo entrou na área e foi derrubado por Diego Gois. Pênalti claro. Após o lance, o volante centralino acabou sendo expulso pelo árbitro sergipano Cláudio Francisco. O atacante Wanderley foi para cobrança e marcoucom categoria para a Raposa.

Em vantagem numérica e no placar, o Rubro-negro tentou a marcação do segundo gol. Em outra investida do ataque raposeiro, Zé Paulo chutou de fora da área e o lateral Adriano tirou a bola em cima da linha.

No finalzinho, o Campinense quase amplia com Léo Paraíba. O meia chutou e o goleiro centralino fez grande defesa. Depois, o Central respondeu e por pouco não empatou. O meia Juninho chutou de fora da área e Ivan evitou o gol.

Segundo tempo sem gols

O Campinense voltou para o segundo tempo com Marielson em lugar de Basílio. Já o Central não mexeu. E mesmo inferiorizado numericamente, o time alvinegro partiu para cima da Raposa. Aos três minutos, Jailson cobrou falta perto da área, mas mandou a bola para fora.

O Rubro-negro retomou as ações do jogo. Após boa triangulação, Jonathan tocou para Bismarck. O meia fez jogada individual e tocou para Marielson, que passou para Wanderley, mas o atacante desperdiçou o lance chutando para fora.

Já sabendo da vitória do Baraúnas sobre o Jacuipense, que o eliminaria, o Campinense se acomodou ainda mais em campo. Já o Central parecia confiar em decidir tudo em casa, e também não se preocupou em ir para frente. O resultado foi que o nível caiu ainda mais. A melhor chance de gol do Campinense na segunda etapa saiu aos 24 minutos, quando Zé Paulo se livrou de um marcador e soltou a bomba, mas o goleiro Juninho fez a defesa de ponta de dedos.

O jogo seguiu morno, com os dois times cometendo faltas. No finalzinho, Bismarck cobrou falta perto da área e acabou isolando a bola. O Central deu o troco com Jailton e quase empatou. No entanto, o placar terminou com a vitória suada da Raposa, agora matematicamente fora da Série D. Ao Central, a temporada continua. Pelo menos, até o próximo domingo.



Globo Esporte

sábado, 13 de setembro de 2014

Concurso de provas e títulos da UFCG para professor inscreve até a próxima segunda

Serão encerradas na próxima segunda, dia 15, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), as inscrições para concurso de provas e títulos destinados a seleção de um professor de Música para o Centro de Humanidades (CH), campus sede.

O candidato deve possuir graduação em Música – Bacharelado ou Licenciatura – e mestrado em Música ou áreas afins, com área de concentração em educação musical ou dissertação na área de educação musical. A carga horária é de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. Remuneração é de R$ 4.696,43.

As inscrições estão sendo realizadas no Protocolo geral da UFCG, localizado no prédio da Reitoria, no horário das 08h às 18h. A taxa de inscrição custa R$ 90.

Para mais informações, acesse o edital.

Redação com Ascom

CBF tem data para nova convocação

CBF tem data para nova convocação
 Os times já começam a coçar a cabeça quando se fala em convocação, graças ao nosso calendário. No próximo dia 17, a CBF anunciou que irá convocar os 22 jogadores para os jogos de outubro, que acontecem dia 11 e 14. Contra a Argentina será disputado o Superclássico das Américas.

Dunga já avisou que pretende testar novos jogadores até o final do ano. Mas mesmo assim, times que estão em fases decisivas de Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, ficam preocupados com as possíveis baixas.

Nos primeiros amistosos da volta de Dunga na seleção, o Brasil venceu o Equador e a Colômbia. Além desses dois jogos em outubro, a seleção enfrentará a Turquia em novembro e busca mais um adversário para fechar o ano.

torcedores.com

Criança morta em JP era viciada em droga

Criança morta em JP era viciada em droga
  "Ele era viciado em maconha", disse sobre o filho a mãe do menino de 11 anos que foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (12) em João Pessoa. O corpo estava em um terreno baldio no Bairro dos Funcionários IV, com as mãos e pés amarrados e a polícia identificou que havia marcas de dois tiros na cabeça.



A mãe, de 40 anos, disse à TV Cabo Branco que era comum que o filho dormisse fora de casa e que às vezes ela o encontrava na casa da avó, mas às vezes ela ficava sem notícias. A família mora a cerca de 2km do local onde o menino foi encontrado. Além dele, a mãe tem mais três filhos e o pai das crianças também foi assassinado. "Eu não sabia com quem ele se envolvia. Eu só dava conselho pro bem", diz. Segundo ela, o menino saiu de casa por volta das 8h da quinta-feira (11) e ela chegou a perguntar se ele voltaria para dormir em casa e ele disse que sim.


A diretora adjunta da escola em que o menino estudava, Arlete Chacon, contou que ele costumava pular o muro do local e tinha personalidade agressiva. Ela conta que o menino estava matriculado no 2º ano, quando deveria estar cursando o 4º. Segundo ela, depois de muitas tentativas de atrair o menino para a escola e de pedir ajuda da família, o Conselho Tutelar foi procurado para ajudar a lidar com a situação e a família chegou a receber visitas. "Ele era um aluno em risco, mas a gente não queria perder ele", diz.


Segundo a polícia, além das perfurações causadas pelos tiros, a criança apresentava escoriações no tórax, indicando um possível espancamento. O corpo da criança passou pela perícia do Instituto de Polícia Científica (IPC) e foi encaminhado para a Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol). A polícia também vai investigar a possibilidade de abuso sexual.


De acordo com pessoas que conheciam a criança, ele ficava nas proximidades de supermercados do bairro, ajudando a carregar compras em troca de moedas e passava a maior parte do tempo na rua.


PBAgora com G1

Agenda de Marina e Ricardo contemplam CG e JP neste sábado

Agenda de Marina e Ricardo contemplam CG e JP neste sábado
 O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, divulgou no início da noite desta quinta-feira (11) a agenda da presidenciável Marina Silva em território paraibano no próximo sábado (13).

De acordo com Rosas, que esteve reunido  com a Coordenação Estadual, Marina será recepcionada pelo Governador Ricardo Coutinho e demais candidatos da coligação A Força do Trabalho, às 14h00m, no Aeroporto Ariano Suassuna, em Campina Grande, de onde segue para o bairro do Alto Branco, para realização do Encontro com Marina, reunindo jovens, mulheres e lideranças políticas de Campina Grande e do compartimento da Borborema, no Auditório ao lado da igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, na Avenida Manoel Tavares, 1400, Jardim Tavares.

Às 15h30m Marina embarca no Aeroporto, acompanhada de Ricardo e comitiva, com destino à João Pessoa, onde realiza um comício na lateral do mercado público de Mangabeira, o mais populoso conjunto habitacional da capital paraibana.

O presidente do PSB paraibano informou ainda que Marina deverá permanecer na Paraíba até as 18h30m, quando embarca no Aeroporto Castro Pinto.


Ascom

PF e Justiça Eleitoral apuram denúncia de compra de votos

PF e Justiça Eleitoral apuram denúncia de compra de votos
Polícia Federal e Justiça Eleitoral apuram denúncia de compra de votos em João Pessoa; ninguém foi preso


A Polícia Federal e Justiça Eleitoral foram convocadas no início da tarde desta sexta-feira (12) para averiguar uma denúncia de compra de votos no bairro São José em João Pessoa.


Segundo informações, duas pessoas teriam recebido R$ 10 mil reais para compra de votos para um candidato a deputado federal. No local indicado pela denúncia, foram encontrados vários materiais de campanha, como cavalentes e adesivos, além de dez cestas básicas.


Todo o material foi recolhido pela Justiça Eleitoral e duas pessoas foram levadas para prestar depoimento na Polícia Federal que não quis comentar o fato.


O delegado da Polícia Federal está com as responsáveis pelas residências e ponto comercial onde foram encontrados os materiais apreendidos que estão prestando depoimento. 


O juiz da Propaganda Eleitoral, Ricardo da Costa Freitas foi quem expediu os mandatos e que deve comentar posteriormente sobre o caso.



PB Agora